31 de jan de 2011

Dica de Livro


“100 Gatos que Mudaram a Civilização

As férias das crianças estão terminando, mas ainda dá tempo de ler mais um pouco.

Para quem gosta de gatos e adora saber uma curiosidade sobre gente famosa, ou felinos famosos, descobri um livro muito interessante. Chama-se “100 Gatos Que Mudaram a Civilização” de Sam Stall, escritor americano de Indiana.

O livro fala de gatos que de alguma forma contribuíram com áreas da ciência, artes, história, e tantos outros meios, seja por influenciarem seus donos ou mesmo agindo por conta própria.

Conta como muitos museus e bibliotecas mundo afora utilizavam e alguns ainda utilizam os gatos como importantes aliados contra ratos e camundongos que podem roer manuscritos ou pinturas, como no Museu Hermitage, em São Peterburgo, Rússia. Em 1745, quando a imperatriz Elizaveta Petrovna, escalou os felinos para o trabalho eles eram persas, no entanto hoje, mantidos por doações dos funcionários eles são ex-moradores de rua.

Outra história é a de Maneki Neko, o gato japonês que acena, considerado um amuleto que atrai riqueza e boa sorte para quem o expõe. Diz a lenda que um nobre ao passar por um templo em ruínas viu um gato que parecia acenar e se aproximou intrigado para conferir. Neste instante um relâmpago atingiu o lugar onde ele estava anteriormente. O nobre, por acreditar que o felino o salvou, deu muitas riquezas ao templo. Hoje em dia em qualquer lugar do mundo é possível encontrar um exemplar em versões de cofrinhos, apoios de porta, até enfeites de carro. Até mesmo a Hello Kitty, apresenta uma semelhança, já que Hello= olá e Kitty=gatinho, ou seja, gatinho que cumprimenta.

Fala também sobre os importantes gatos que viveram na Casa Branca, como Socks, da administração Clinton, ou que pertenceram a políticos famosos, como Wiston Churchill, que certa vez colocou uma placa em frente de sua casa : ”Cat, volte pra casa! Está tudo perdoado!”. Aliás, lendo o livro você descobre os gatos ingleses que trabalham para os primeiros-ministros tem até salários!

Tem a história de Tommy, que salvou seu dono ao usar o telefone, Precious que sobreviveu ao 11 de setembro e de Muezza, a gata favorita de Maomé.

Enfim, tem muita coisa legal! São histórias curtas, que podem ser lidas enquanto esperamos ao telefone ou esquentamos alguma coisa no microondas, ou seja, sem desculpas por falta de tempo.

Aproveitem!

PS: ao lado, os dois gatos da Anelize: Recamiah e Veuliah

Um comentário:

Anelize-chan disse...

Esse livro é maravilhoso! Só um detalhe: é VeOliah mamãe! Kkkkkk