28 de fev de 2013

A minute of silence OU Love remains afters years


Um minuto de silêncio"Nos anos 70, Marina Abramovic viveu uma intensa história de amor com Ulay. Durante 5 anos viveram num furgão realizando todo tipo de performances. Quando sentiram que a relação já não valia aos dois, decidiram percorrer a Grande Muralha da China; cada um começou a caminhar de um lado, para se encontrarem no meio, dar um último grande abraço um no outro, e nunca mais se ver.

23 anos depois, em 2010, quando Marina já era uma artista consagrada, o MoMa de Nova Iorque dedicou uma retrospectiva a sua obra. Nessa retrospectiva, Marina compartilhava um minuto de silêncio com cada estranho que sentasse a sua frente. Ulay chegou sem que ela soubesse e... Foi assim."

(Traduzido por Rodrigo Robleño)





http://www.youtube.com/watch?v=hsK9NNUvgAc

25 de fev de 2013

Tatuagens Literárias


Tatuagens Literárias


Desde que fiz a minha tatuagem tenho observado mais atentamente este mundo e descobri algo que achei muito interessante, as tatuagens literárias. São pessoas de diferentes tribos que trazem declarações de amor ao seu livro preferido, com frases,  personagens, objetos de referência, autores, e muito mais. Vindo de pessoas criativas, encontramos coisas lindas:











19 de fev de 2013

Toda Alma - Pablo Malafaia









Toda Alma

Toda alma Necessita
Passear por Outros
Corpos

Corpos recheados
De impulsos
E vontades
Intermináveis

Tornando assim
Todo pulsar
De vida
Único
Aos desejos
Da matéria


- Pablo Malafaia - 

16 de fev de 2013

De repente - Mario Quintana







Olho-te espantado.
Tu és uma Estrela do Mar. 
Um minério estranho.
Não sei...

No entanto,
O livro que eu lesse,
O livro na mão.
Era sempre o teu seio!

Tu estavas no morno da grama,
Na polpa saborosa do pão...

Mas agora encheram-se de sombra os cântaros

E só o meu cavalo pasta na solidão.


Mário Quintana

10 de fev de 2013

Patty Vicensotti






Pequenas coisas.
Detalhes mínimos.
Gestos inquietos que fazem a diferença.
Nos perdemos nos grandes fatos,
E pouco encontramos naquilo que não percebemos:
No pouco visto,no pouco ouvido,no pouco sentido.
Cada passo dado é um rastro que de nós fica.
E cada rastro que deixamos ,
É um mundo nosso que construímos.
Somos um "mapa":
E só quem tem os olhos da alma,
Consegue desvendá-lo.

Patty Vicensotti

5 de fev de 2013

Não quero, não - Eugênio de Andrade






Não quero, não
Não quero, não quero, não,
ser soldado nem capitão.
Quero um cavalo só meu,
seja baio ou alazão, sentir o vento na cara,
sentir a rédea na mão.
Não quero, não quero,não
ser soldado nem capitão.
Não quero muito do mundo:
quero saber-lhe a razão,
sentir-me dono de mim,
ao resto dizer que não.
Não quero, não quero, não,
ser soldado nem capitão.
Eugénio de Andrade

2 de fev de 2013

Anjos - Padre João Teixeira








Os anjos são enviados de Deus.
Nunca os vimos, mas sentimos a sua presença.
Mas não há só anjos com asas.
Há também anjos que nos dão asas.
Há pessoas que são anjos.

Padre João Teixeira