15 de fev de 2011

Haruo Ohara



Comecei a curtir fotografia, por influência direta da minha querida amiga Rachel que desde o tempo de cursinho pré-vestibular já saía com sua câmera fazendo registros e me levando junto. Depois também veio o próprio prazer em fotografar amigos, espaços, edificações, claro, nada profissional!

Haruo Ohara era imigrante, chegou no Brasil em 1927 e trabalhou nas lavouras de SP juntamente com pais e irmãos. Em 1933 vai para Londrina, trabalhar com as lavouras de café e ajuda na colonização da área. Casou em 1934 e teve nove filhos.

Fiquei fascinada com o trabalho de Haruo Ohara, com sua sensibilidade para registrar momentos cotidianos que sua família viveu no interior de Londrina, entre os anos quarenta e setenta.

O trabalho nas plantações de café, as reuniões familiares, a maravilhosa paisagem, e o fantástico pôr-do sol de Londrina estão registrados em seu trabalho, mostrando o imigrante asiático perfeitamente ajustados aos novos cenários.

Atualmente suas obras estão aos cuidados do Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro, que se dedica à conservação da memória fotográfica brasileira.

A exposição no MON vai até 27 de março e está na Torre da Fotografia.

Vale muito!

Ps: esta é minha preferida!!!Enxada no ar, 1948, Chácara Arara