30 de mar de 2011

Comemorando Aniver de Curitiba!


Ontem estive em uma palestra no Instituto Geográfico e Histórico de Curitiba. Seria uma boa maneira de comemorar o aniversário de Curitiba.Vi um anúncio no jornal falando de uma palestra sobre a formação da identidade curitibana e pensei, quem sabe eu entendo melhor este povo né. Só que eu não fazia idéia de onde estava me metendo! Por ter saído na Gazeta, achei que teria muitas pessoas e eu seria apenas mais uma.

Ao chegar ao endereço fiquei encantada com o lugar, ao passar pela porta o passeio no túnel do tempo começou de forma natural. Fui recebida por um senhor vestido impecávelmente num terno com gravata borboleta com sorriso farto no rosto que perguntou quem eu era e que órgão representava. Nenhum órgão? Nenhum museu? Instituto? Ah, então deve ser acadêmica? Professora? Não, eu não me encaixava em nada, a simples curiosidade, ou ânsia em aprender parecia surprendê-lo.....e logo se juntou a nossa animada conversa outro senhor que chegava com livros que foi distribuindo aos presentes e era saudado de forma muito reverenciada. Também ganhei um, "Um Breve Estudo de Antroponímia Brasileira". O autor que me entregou o livro era João Manuel Simões, luso-brasileiro, escritor, poeta, contista, da Academia Paranaense de Letras, com mais de 50 livros publicados.

Assim eram as pessoas que estavam lá, poetas, editores, escritores, acadêmicos consagrados, criadores de hinos, senhores e senhoras que transpiravam cultura. Nenhuma frase deles era simples, banal ou corriqueira.

Acho que vou levar uma semana para absorver tudo o que ouvi e aprendi com tão agradável companhia. Sem falar na palestra em si, maravilhosamente ministrada pelo Sr. Anthony Leahy.

No meio de todo aquele intelecto apenas poucos visitantes, uma pena sendo a palestra gratuita e aberta ao público!

Fica aqui todo meu agradecimento ao pessoal do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná or momentos tão agradáveis! Obrigada!!!!

4 comentários:

Alessandra disse...

Eli, eu amo ler o teu blog. Alem de saber como vc anda e o que tem feito, é uma leitura prazerosa porque vc conta com tanto fascínio os lugares q tem estado. Nem sempre comento, mas tenha certeza de que sempre leio. A propósito, janta das kok lá em casa amanhã. E o chima do sábado foi de 20 minutos na pracinha, ate o tempo embrabecer. Seguimos então lá pra casa( Ge, Nanda, Simone e familiarada) e teve pastelada para a janta, ligamos no GT e encomendamos 27 pasteis. Bjs

Cristina Sá disse...

Eli,
Sempre que visito o seu blog, eu aprendo algo.
Não pude deixar de achar engraçada a maneira como
você foi recebida na palestra e a surpresa do
anfitrião em não poder enquadrá-la em nenhuma
das opções (órgão, museu, instituto...).
Você volta e meia surpreende as pessoas com suas
atitudes. O interessante é que são atitudes normais, mas as pessoas se surpreendem.Ia lendo o
post de hoje e me lembrava da surpresa do seu
vizinho ao receber um cartão e um flor de boas
vindas.rsrsrs
um bj
Cristina Sá do blog:
http://cristinasaliteraturainfantilejuvenil.
blogspot.com

Rachel Kleinubing disse...

Visitar você aqui está virando uma mania minha!!

Anthony disse...

Olá Eli! Eu é que agradeço as suas palavras de apoio e incentivo. Fiquei bem feliz em notar que você gostou. Parabéns pela iniciativa do ótimo blog. Forte abraço, Anthony Leahy