25 de abr de 2013

Fábio Volo - As primeiras luzes da manhã




"Há momentos em que a vida proporciona instantes de inesquecível beleza. Paramos de fazer algo e nos damos conta de que, à nossa volta, tudo está perfeito, dádiva de um Deus menos distraído do que de costume. Tudo parece sincero. O nascimento de uma nova vida, a alvorada de uma mudança - algo profundo ou simplesmente a confirmação de um afeto mantido oculto por um sentimento secreto, guardado em silêncio dentro de nós com pudor. Ou, então, o fim de alguma coisa, o fim de um momento, de um período difícil cada vez mais cansativo. É quando termina a respiração ofegante, deixando espaço para um suspiro longo e profundo, que enche e esvazia o peito. Nesses momento, não me falta nada."

Fabio Volo em "As primeiras luzes da manhã"- Bertrand Brasil




Nenhum comentário: